Resgate de passageiros presos em elevador

Normalmente elevadores param – e deixam quem está dentro deles neste momento presos – por questões elétricas, mecânicas ou até por falta de manutenção.

Essas são situações que, claro, causam pânico em muitas pessoas e exigem uma providência rápida.

Mas, afinal, que medidas devem ser tomadas se um elevador parar e, dentro dele, houver alguém preso?

PARA O PASSAGEIRO

• Se o elevador parar entre andares, os ocupantes devem manter a calma, pois o perigo não é iminente;

• Muitos elevadores têm luzes de emergência, que funcionam por algumas horas sem energia elétrica, e interfones de comunicação com a portaria;

• Segundo os fabricantes, os elevadores têm ventilação necessária para respiração;

• Acionar o botão de alarme e/ou utilizar o interfone para pedir ajuda;

• Não force as portas e se o elevador parar entre andares e a porta abrir, não tente sair por conta própria;

• O elevador pode voltar a funcionar no momento em que você estiver saindo. Aguarde a sua estabilização.

PARA O SÍNDICO

• Não tente resgatar a pessoa presa, nem permita que um funcionário do condomínio o faça.

• Somente as empresas de manutenção de elevadores e o Corpo de Bombeiros são habilitados para fazer isso com segurança.

• O resgate por pessoas não-habilitadas (funcionários do condomínio, por ex.) traz risco de vida tanto ao passageiro quanto ao resgatante.

• Chamar imediatamente a empresa conservadora ou o Corpo de Bombeiros.

• Em caso de incêndio, não se deve utilizar os elevadores, o abandono do edifício deve ser feito pelas escadas.

Fonte: Sindiconet