AQUECEDORES A GÁS – NORMAS DE INSTALAÇÃO

A instalação de qualquer aparelho para aquecimento a gás, deve cumprir uma norma da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT), a NBR-13.103.

Essa norma estabelece que o local de instalação do equipamento deve atender aos requisitos de volume mínimo e ter aberturas de ventilação permanente adequados ao tipo de equipamento e sua potência.
Em um ambiente interno, como uma apartamento, todos os aparelhos necessitam de duto de exaustão (chaminé).

Quem garante a instalação? E quem fiscaliza?

A empresa contratada para a instalação do aparelho de aquecimento deve ser habilitada e com profissionais treinados. No site da marca do aquecedor deve conter uma lista da assistência técnica e instaladores credenciados.
A empresa contratada deve seguir as regras da ABNT na instalação para garantir total segurança.
Na área de gás canalizado, a fiscalização é de competência de órgãos estaduais, conforme o determinado pela Constituição.

O condomínio deve ter alguma responsabilidade, como monitorar se há chaminés e dutos instalados corretamente?

O condomínio pode interferir apenas se identificar vazamentos na tubulação que passam em áreas comuns do prédio.
A forma de aquecimento de água é uma decisão do apartamento, que pode ter aquecedor a gás ou elétrico. Não cabe ao condomínio legislar sobre a casa de alguém, cabe fiscalizar somente o que pode colocar em risco os outros moradores.
Se os vizinhos ou a administradora do condomínio notarem um problema em um apartamento, como vazamento de gás, e o morador não tomar nenhuma medida, o caso pode ser levado a Justiça.

O gás que vaza tem cheiro?

O monóxido de carbono, um dos componentes dos produtos da combustão, não tem cheiro, mas é aplicado um aditivo chamado mercaptano, responsável pelo odor forte exalado quando há um vazamento e usado para alertar as pessoas do risco.

Quais são os sinais de risco? Como identificar um vazamento?

O principal alerta é o forte cheiro de gás. Uma técnica simples para verificar se há vazamento é aproximar uma esponja de cozinha com água e sabão, no local onde se suspeita de vazamento.
Se aparecerem bolhas, há vazamento. Independentemente do resultado, em caso de suspeitas, é recomendado procurar assistência técnica especializada.

O que fazer em caso de vazamento de gás?

Caso haja suspeita de vazamento ou mau funcionamento dos equipamentos a gás, como cheiro forte, ruído excessivo e diferente, náusea ou mal-estar súbito com o aparelho ligado, as instruções abaixo devem ser seguidas:
• Não acender luzes ou acionar equipamentos elétricos.
• Não utilizar fósforos ou isqueiros.
• Ventilar o local com a abertura de janelas e portas.
• Fechar as válvulas de bloqueio dos equipamentos.
• Sair do ambiente.
• Comunicar imediatamente a ocorrência para o número de emergência da concessionária
que fornece o gás natural encanado ou o Corpo de Bombeiros

Fonte: R7